07 Nov, 2017

Susana Esteban

Publicado por: Maristela Lima Em: Noticias Comentário: 0 Visualizações: 281

Susana Esteban nasceu em Tui, Espanha. É licenciada em Ciências Químicas pela Universidade de Santiago de Compostela e Mestre em Viticultura e Enologia pela Universidade de La Rioja. Começou a sua trajectória como enóloga em 1999, na Quinta do Côtto, tendo trabalhado posteriormente como enóloga na Quita do Crasto entre os anos 2002 e 2007.

Ambas as quintas situam-se no Douro. Tem trabalhado desde a vindima de 2007 como consultora em diferentes produtores do Alentejo, nomeadamente Tiago Cabaço Wines, Herdade do Barrocal, Monte dos Cabaços e Monte da Raposinha.

Durante este percurso o seu trabalho tem sido reconhecido tanto a nível nacional como internacional. Em 2012 foi-lhe atribuído o prémio mais prestigiado que um enólogo pode receber em Portugal, o título de “Enólogo do Ano”, pela Revista de Vinhos, tendo sido até a data a única mulher a que foi atribuído está distinção.

No final do ano 2009 Susana Esteban decidiu dar início ao seu projecto pessoal com o objectivo de fazer vinhos com um carácter diferente do Alentejo tradicional. Durante dois anos Susana Esteban andou à Procura em todo o Alentejo pelas vinhas óptimas para fazer os seus vinhos. Só em 2011 conseguiu finalmente encontrar duas parcelas de vinhas diferentes e de personalidades bem distintas: numa das parcelas encontrou uma vinha de Alicante Bouschet de baixíssima produção plantado em solos xistosos, situada perto de Évora e com um clima óptimo para a boa maturação da casta. Em Portalegre encontrou uma vinha tradicional plantada numa zona muito mais fresca que o resto do território do Alentejo. Uma vinha misturada que reúne um conjunto alargado de castas tradicionais de produção baixíssima que acrescenta uma frescura e complexidade pouco habituais. Da combinação destas duas parcelas nasceu um vinho único e extraordinário, o “Procura”.

Em 2012, depois de encontrar várias outras parcelas de vinha com características ideais para o seu projecto, decidiu elaborar o “Aventura”, um vinho sem madeira e com uma frescura e carácter acentuados.

Em 2013 decidiu avançar com a elaboração de dois brancos. As uvas do “Procura branco” provêem de uma vinha velha de 80 anos com mistura de castas, uma vinha única e excepcional situada na Serra de São Mamede, em Portalegre.

Além dos vinhos Alentejanos elaborados na sua adega situada na vila de Mora Susana Esteban estabeleceu em 2011 uma sociedade com a sua amiga e igualmente enóloga, Sandra Tavares, para elaborarem vinho em parceria. O primeiro fruto desta parceria tomou o nome “Crochet”, um vinho do Douro que é elaborado no Pinhão. Com início na colheita 2014 o “Crochet” será acompanhado por um irmão alentejano, igualmente tinto, que se irá chamar “Tricot”, produzido em Mora.Além dos vinhos Alentejanos elaborados na sua adega situada na vila de Mora Susana Esteban estabeleceu em 2011 uma sociedade com a sua amiga e igualmente enóloga, Sandra Tavares, para elaborarem vinho em parceria. O primeiro fruto desta parceria tomou o nome “Crochet”, um vinho do Douro que é elaborado no Pinhão. Com início na colheita 2014 o “Crochet” será acompanhado por um irmão alentejano, igualmente tinto, que se irá chamar “Tricot”, produzido em Mora.

Comentários

Deixe o seu comentário